S
empre gostei de ler, mas a primeira vez que li o I Ching foi muito difícil, suas palavras eram enigmáticas e de difícil entendimento. A presença de um mestre é fundamental para nos conduzir à correta compreensão e interpretação do texto.

Antonio Moreira dedicou um longo período da sua vida ao estudo e vivência das práticas taoístas, e isso se torna evidente na clareza com que expõe o tema. A leitura dos trigramas e hexagramas se torna então uma atividade criativa e lúdica.

Gostei muito do seu curso O I Ching Taoísta, de que participei aqui em Brasília. Aguardo ansiosa pela continuação dos seus ensinamentos, e sou grata pela sua transmissão paciente e amorosa.

Elza Ramalho, professora e video maker, Brasília, DF, 2004






Descobri que haveria o curso O I Ching Taoísta quando estava em uma farmácia de homeopatia, tentando juntar várias peças da minha vida. Naquela altura eu ainda fazia sessões de fonoaudiologia, que funcionavam para mim como uma psicoterapia, e o período todo foi marcado por buscas de autoconhecimento. Então o I Ching já era do meu conhecimento fazia algum tempo, quando me encantei pela tradução do Wilhelm, e arriscava algumas consultas pessoais.

Contudo, o folder para o curso incitou-me um desejo de conhecer o I Ching ainda maior. A possibilidade de entender o I Ching, sistematicamente, e de poder vislumbrar alguma luz sobre aquela massa impenetrável parecia quase impossível de suceder estudando o texto meramente por um esforço pessoal. E então resolvi fazer o curso.

Logo no primeiro momento, parecia que eu não sabia nada. Envolto no significado dos hexagramas até então, comecei, no Curso, a aprender o valor do detalhe, do princípio, e do simples. Como podia não ter pensado mais sobre os princípios, sobre os trigramas? E foi assim que sucedeu. O curso foi dado com muita clareza, abertura, e simplicidade. E dentro da obscuridade do I Ching, vi que tanto os meus colegas que ainda não tinham tido contato com o cânone quanto eu compreendíamos tudo serenamente, como se a luz ali fizesse uma entrada muito amistosa.

E mesmo se eu soubesse o I Ching plenamente, ainda deveria admitir que o curso é essencial, porque introduz a visão taoísta, seja em termos práticos, com alguns treinamentos taoístas, seja em teoria, apresentando o valor alquímico da tradição taoísta, que não está presente em outras tradições extremo-orientais.

Isto foi apenas o princípio. No primeiro e nos outros módulos foram acrescentadas visões muito claras e profundas sobre o I Ching e seus símbolos, e posso dizer que minha compreensão tornou-se outra, e passei a ficar seguro e confiante com ele, e neste passo, cada dia esta relação se estreita, e fico muito contente quando percebo o tanto que cresci e me tornei uma pessoa mais correta e presente no mundo.

Quando a janela está aberta, a sabedoria vem e acena. Acenar de volta faz bem.

Marcos Dilano, estudante de Direito na UnB, 02/06/2004, Brasília, DF






O curso de I Ching com Antonio Moreira foi extraordinário, foi realmente uma experiência de crescimento pessoal importante! Antonio é uma pessoa que conhece a fundo o I Ching, e além de saber transmitir esse vasto e maravilhoso conhecimento, transmite conceitos e treinamentos vivenciais taoístas que contribuem para um entendimento mais completo.

Antonio é um professor muito sensível, inteligente, organizado, claro e criativo na sua forma de ensinar, que sabe mobilizar os recursos dos alunos para juntos irmos descobrindo diversas respostas e questionamentos.

Recomendo muitíssimo este curso!

Dália Graber, psicóloga, terapeuta familiar, São Paulo, 2004





Conheci o trabalho de Antônio Moreira em São Paulo, no fim dos anos 90, quando fazia uma pesquisa de campo de antropologia sobre o Taoísmo. De todos os discípulos do mestre Liu Pai Lin que conheci, Antônio é o que dedicou mais tempo e energia a compreender os segredos do I Ching.

Tive a oportunidade de participar de seu curso O I Ching Taoísta em Brasília, no ano de 2003. Graças ao seu modo muito claro e vivo de ensinar, o curso tornou a dimensão do oráculo muito mais acessível.

Também ofereceu-nos uma porta de entrada à compreensão mais propriamente taoísta do I Ching como um tratado sobre a Natureza e o ser humano; e apontou para as relações entre o I Ching e os segredos dos treinamentos taoístas para a saúde, a longevidade e o despertar da espiritualidade, de uma maneira ao mesmo tempo prática e teórica, característica da transmissão taoísta.

José Bizerril, doutor em Antropologia, professor universitário,
Brasília, DF, junho de 2004





Nada mais honesto que dizer que ao ter aulas de I Ching com o Prof. Antonio Moreira tive um grande desenvolvimento na compreensão de parte das orientações desse livro –- principalmente aquelas relacionadas com a prática da alquimia interna.

Ele é um professor experiente, de mente ampla, ponderado, e é um dos depositários dos conhecimentos recebidos diretamente do Mestre Liu Pai Lin, que nos vai fornecendo em acréscimo ao estudo.

Posso afirmar que foi um tempo bem utilizado e de grande proveito.

Antonio Ciampi Marangon, bancário aposentado, São Paulo, 2004




Elza:
A presença de um mestre é fundamental (...). A leitura dos trigramas e hexagramas se torna então uma atividade criativa e lúdica.

José:

(...) ofereceu-nos uma porta de entrada à compreensão (...) taoísta do I Ching como um tratado sobre a Natureza e o ser humano (...) apontou para as relações entre o I Ching e os segredos dos treinamentos taoístas para a saúde, a longevidade e o despertar da espiritualidade (...)
Marcos:
(...) foram acrescentadas visões muito claras e profundas sobre o I Ching e seus símbolos (...) minha compreensão tornou-se outra (...) passei a ficar seguro e confiante com ele (...)

Antonio:

(...) tive um grande desenvolvimento na compreensão de parte das orientações desse livro – principalmente aquelas relacionadas com a prática da alquimia interna.

Dália:

O curso (...) foi extraordinário (...) Antonio é um professor muito sensível, inteligente, organi zado, claro e criativo na sua forma de ensinar (...)